­Top Banner Advertisement

 

Foto de Fernanda C. O. Tavares
XXIII Congresso Nacional De Criminalística

Especialistas mundiais em criminalística reúnem-se no Brasil

Durante o XXIII Congresso Nacional de Criminalística, acontecem ainda três eventos paralelos: o VI Congresso Internacional de Perícia Criminal, o IV Congresso Militar de Criminalística e a XXIII Exposição de Tecnologias Aplicadas à Criminalística.
O evento divide-se em cinco eixo temáticos:
• Medicina Legal e Genética; 
• Contabilidade, Merceologia, Pirataria, Contrafação e Militares; 
• Química e Toxicologia, Engenharia Ambiental e Engenharia; 
• Documentoscopia, Áudio e Imagem e Informática; 
• Local de Crime, Balística e Veículos.

O XXIII Congresso Nacional de Criminalística conta com 40 palestrantes do mundo todo, especialistas em diversas áreas do conhecimento ligadas ao crime e à perícia, tais como:

• Anil Alexander
Diretor de Pesquisa da Oxford Wave Research, especialista em biometria da voz e processamento em áudio forense (Reino Unido).

• Barry Logan
Diretor Executivo do Centro de Pesquisa e Educação em Ciência Forense (Estados Unidos)

• Bryan Found
Chefe de Polícia Forense Victoria e professor adjunto do Programa em Perícia, Evidências e Direito, Faculdade de Direito da Universidade de New South Wales (Austrália).

• Carlos Eduardo Palhares
Atual representante brasileiro e coordenador do Grupo de Identificação de Vítimas de Desastres da Interpol.

• Carlos Henrique Durão
Perito Médico Legista do Instituto Nacional de Medicina Legal e Ciências Forenses de Lisboa (Portugal).

• Geoffrey Stewart Morrison
Consultor forense da Interpol e professor adjunto na Universidade de Alberta (Canadá).

• José Helano Matos Nogueira 
PhD em Administração de Empresas pela Universidade de Liverpoll (Inglaterra). Primeiro policial brasileiro a ser diretor da Interpol, ocupando a posição de diretor mundial da Perícia Policial da Interpol.

• M. Lee Goff
Professor de Ciências Forenses e Diretor do Programa de Ciências Forenses – Chaminade Universidade de Honolulu (Havaí, Estados Unidos).

Especialistas mundiais em criminalística reúnem-se no Brasil

Durante o XXIII Congresso Nacional de Criminalística, acontecem ainda três eventos paralelos: o VI Congresso Internacional de Perícia Criminal, o IV Congresso Militar de Criminalística e a XXIII Exposição de Tecnologias Aplicadas à Criminalística.
O evento divide-se em cinco eixo temáticos:
• Medicina Legal e Genética; 
• Contabilidade, Merceologia, Pirataria, Contrafação e Militares; 
• Química e Toxicologia, Engenharia Ambiental e Engenharia; 
• Documentoscopia, Áudio e Imagem e Informática; 
• Local de Crime, Balística e Veículos.

O XXIII Congresso Nacional de Criminalística conta com 40 palestrantes do mundo todo, especialistas em diversas áreas do conhecimento ligadas ao crime e à perícia, tais como:

• Anil Alexander
Diretor de Pesquisa da Oxford Wave Research, especialista em biometria da voz e processamento em áudio forense (Reino Unido).

• Barry Logan
Diretor Executivo do Centro de Pesquisa e Educação em Ciência Forense (Estados Unidos)

• Bryan Found
Chefe de Polícia Forense Victoria e professor adjunto do Programa em Perícia, Evidências e Direito, Faculdade de Direito da Universidade de New South Wales (Austrália).

• Carlos Eduardo Palhares
Atual representante brasileiro e coordenador do Grupo de Identificação de Vítimas de Desastres da Interpol.

• Carlos Henrique Durão
Perito Médico Legista do Instituto Nacional de Medicina Legal e Ciências Forenses de Lisboa (Portugal).

• Geoffrey Stewart Morrison
Consultor forense da Interpol e professor adjunto na Universidade de Alberta (Canadá).

• José Helano Matos Nogueira 
PhD em Administração de Empresas pela Universidade de Liverpoll (Inglaterra). Primeiro policial brasileiro a ser diretor da Interpol, ocupando a posição de diretor mundial da Perícia Policial da Interpol.

• M. Lee Goff
Professor de Ciências Forenses e Diretor do Programa de Ciências Forenses – Chaminade Universidade de Honolulu (Havaí, Estados Unidos).

  • Comentários

0 Comentários

Top